Oh Regina, Stop It Please...

Sirvo-me da Música como se de uma refeição se tratasse.

 

Tenho o cozinheiro/artista que nos traz alimento para a alma/corpo. Saboreamos, apreciamos, criticamos, repetimos até ficarmos cheios, enfardados... Chegamos a enjoar e não voltamos àquela escolha durante algum tempo. Mas no fim de contas, volta o desejo e tanto os sabores como os sons voltam a encaixar na perfeição daquele sublime momento em que tudo se resumo a desfrutar, devorar, comer, beber, ouvir tudo, sem restar uma única migalha. 

 

Depois, os artistas/cozinheiros inventaram artimanhas para nos manterem entretidos, os chamados aperitivos. Pedaços de perdição, podeis antes dizer! Aguçam-nos os sentidos sem nos dar o pleno de um prato principal, nem o final estonteante de uma sobremesa. Ficamos parados em suspense até as cortinas abrirem para o próximo acto, como me sinto agora que ouço isto e espero até fim de Maio:

 

música: All The Rowboats - Regina Spektor
publicado por Rita Matias às 01:07 | link do post