Porta Aberta

Eu tentei, é apenas o que me apetece gritar, EU TENTEI! A gritar como quem luta contra o mundo, pois é parte dele que está a extinguir-se.

 

Sim, eu sou sentimental, lamechas e dramática, eu pego em pequenas coisas e transformo-as em gigantes, e às não tenho noção disso. Mas se é esse o caso, se estou eu a errar, porque simplesmente não queres saber? Porque simplesmente achas que o mundo corre normal, quando é óbvio que isso não acontece?

 

Eu tentei...

Eu fui ter contigo e perguntei, fui com o mínimo de rancor que consegui, e esperei, pelo nada que me deste.

 

Com que então está tudo bem e eu não notei....

 

 

Apostei errado em ti, apostei mal quando te dei uma parte de mim, do meu tempo. Quando te pus no maior dos patamares. Quando te igualei àqueles que sei que sempre estarão comigo.

Porque para mim é simples, tenho conhecidos, amigos, bons amigos e família, e tu chegaste à categoria mais alta, chegaste e teimas em querer sair dela.

 

Tens a porta aberta, mas não negues o evidente, não feches os olhos.

 

Eu tentei...

publicado por Rita Matias às 19:18 | link do post | comentar