gira, gira sem parar!

  Escrever apenas por escrever nunca foi do meu feitio, mas apesar de não ter nada de concreto para falar aqui estou. Talvez tenham sido os comentários que a Artemisa hoje fez aqui no meu estaminé, ou apenas a vontade de actualizar isto que vem a crescer.

 

  Não posso deixar de mencionar o facto de que hoje fiz Exame Nacional de Português, mas não estou para comentá-lo. Para a semana segue-se Matemática, e exactamente a esta hora terei dado por concluido o meu Secundário.

  Sinceramente, estou a aceitar melhor a situação do que esperava. Na semana antes de terminarem as aulas andava numa choradeira pegada, e depois, mal saiu uma gota! Eu realmente não consigo perceber-me inteiramente.

 

  Nunca fui de sentir extremas saudades de algo ou alguém, mas também não tive grandes ausências na minha vida. E quando as tive adaptei relativamente bem, em algumas semanas, ou mesmo dias, dependendo da situação. Deve ser uma das minhas caracteristicas de fabrico.

 

  Actualmente a única coisa que sinto em relação ao próximo ano (lectivo, claro! embora a designação vá mudar) é ansiadade! Estou a ficar empolgada pá! Mas ainda não decidi por completo o curso a tomar, e isso, mais do que os exames, tem-me tirado o sono nos últimos dias. São tantas as variantes a levar em conta que não sei para onde me virar...

  Mas acima de tudo acho que quando tomar uma decisão facilmente adaptar-me-ei a ela. Gosto de tantas as coisas que não é preciso muito para me satisfazer.

  Neste momento a escolha prende-se entre algo na area das ciências da saúde/biomédicas ou algo na mesma onda, ou então engenharia de materiais (tem tudo a ver, não tem?).

 

  O mundo parece começar a girar a meu favor, até já o meu pai me contagiou com uma centelha de esperança. Estou quase a fazer 18 anos e na maioria dos dias gosto de quem sou. Sei que sou amada, uma priveligiada, e os meus problemas de porpoções insignificantes perante muitos outros. Mas são os meus problemas e tenho de ser eu a lidar com eles, pois são este que fazem o meu mundo girar...

 

E por fim deixo aqui uma das melhores músicas dos Blue October.

 

Blue Skies (não consegui arranjar melhor)

 

Blue skies
Calling on blue skies
Don't take them away, boys
Don't take them away
Cause I'll never stop

To loving my

 

I've been to both knees
Raise my hands up to the skies, forgive me
Is something out there far beyond the clouds?
I'm asking help me
Help me to see the world
Through baby eyes and hold me closely
I need a fresh start on the roller coaster
Made for coasting

It's time to wake up, time to make up
Time to shake these memories
It's time to leave the past in the past
And lace up a new set of shoestrings
I want the world to know I've got your back
Through up and down, see
So we can sit together, side by side
Through amazing

 

[Chorus:]
Blue skies
Calling on blue skies
Don't take them away, boys
Don't take them away
Cause I'll never stop

 

So I've broken every bone
And fought through what felt never-ending
I thought my head was made of sadness
But my heart is mending
I scream at sunsets
Give applause to what I can't control
Then somehow laugh at how
The moon divides an ocean solo

I wanna be that ocean
I wanna shine like that
I want to smile so big my daughter jumps into my lap
And I wanna tell her daddy's fine
And always plans to be
Then take her in my arms
This is what we'll always see

 

[Chorus 2x]

Yeah, shhh

And when I'm gone
I won't go screaming in the end
I'll give you everything my life amounts to
So raise your life up with me
And baby, let's go dancing
Come on!


Blue skies
Calling on blue skies
Don't take them away, boys
Never take them away

 

Don't take them away

publicado por Rita Matias às 21:58 | link do post | comentar