Súplica

Não me largues!

Não me soltes

liberta ao vento.

 

Dá-me a mão,

agarra-me o coração

e não me deixes partir!

 

Quero ser melhor por ti,

quero ser maior p'ra ti.

Não me deixes,

não me dês a escolher,

porque eu opto pelo fácil.

 

Não, não me soltes!

Não me largues!

Prende-me a ti,

e leva-me para bom porto.

Mostra-me o caminho

e vêm comigo.

 

Não me libertes á minha vontade,

não, não, não!

 

Não me largues,

não me soltes,

porque eu caio

e tenho medo

de mim mesma.

tags:
publicado por Rita Matias às 18:52 | link do post | comentar