Domingo, 20.02.11

e puff, fez-se chocapic

"Agarrem-me que eu vou a ela!" também poderia ser uma expressão bem aplicada no momento. Mesmo.

 

Detesto quando uma das pessoas que para mim é das minhas melhores amigas, simplesmente fica fria comigo. Mal me fala, e quando lhe pergunto se se passa alguma coisa, responde que não num instante, vai-se embora, e passados uns quinze minutos volta e não diz rigorosamente nada. Detesto sentir que as pessoas não confiam em mim, principalmente quando lhes confiaria a minha vida. Detesto não perceber o que se passa, e, saber que provavelmente, perguntar não vai alterar muito.

 

Mas de amanhã não passa.

 

Porque todos os amigos têm os seus problemas de vez enquanto, e apesar de eu já ter tido os meus amuos, as minhas respostas tortas, elas já sararam. No entanto parece que as dela não, ou haverá mais que eu desconheço, ou simplesmente outro qualquer problema que a deixa assim mas que pelos vistos, não consegue confiar em mim.

 

Não tarda expludo.

publicado por Rita Matias às 21:28 | link do post | comentar

Tic Tac

Passaram dois anos e mal se notou. Aliás, até eu própria me esqueci, só me lembrando passados alguns dias, e só agora marcando a data neste meu canto.

Passaram dois anos e tanto mudou. Mudei eu, mudamos todos, de sítio, de companhias, de hábitos, de rumos. Espero que as mudanças tenham sido para melhor, espero que no fim, o que de bom tínhamos perdure, espero que os anos passem mas a memória não se apague, espero não perder muito com o tempo.

 

Com todos estes pensamentos, a única coisa que sinto é saudades. De tudo e todos, mesmo daqueles que simplesmente não vejo à uma semana e daqueles que não vejo à meses, de todos os momentos e risos, de todas as lágrimas, dos abraços, dos olhares. Porque há alturas em que a confiança chega a níveis em que não é preciso palavras.

 

Assiná-lo aqui uma das coisas que vi reforçada ao longo de todo este tempo: a importância do respeito. E esta resume-se a uma simples constatação: não nenhuma relação se não existir respeito.

Por isso, com esforço tenho tentado respeitar o espaço de cada um, as ideias e os gostos de todos, porque apesar de em muitos aspectos iguais, somos todos, em cada pequeno detalhe da nossa personalidade, diferentes.

publicado por Rita Matias às 14:50 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
21
22
23
24
25
27
28

posts recentes

arquivos

subscrever feeds