Desabafos do outro dia...

  Hoje apercebi-me de uma coisa. Pouco ou nada sei sobre ele, e agora é tarde de mais para voltar atrás. Nunca o irei ter, eis a minha sina! Já imaginei tantas vezes aquele momento, aquele beijo, que perdi a conta às lágrimas que por ele chorei. Preciso de um sinal, de algo que me oriente, pois não sei se vale a pena continuar nesta agonia. Sinto-me só sem ele e estranha na sua presença. Não sei o que vou fazer, se calhar o melhor é deixar a vida correr. Mas e se assim o perco de vez? Se for este o momento para dizer algo e eu não o fizer? Se tenta-se pelo menos sabia que tinha feito tudo o que estava ao meu alcance, mas a vergonha de o ter de encarar depois não me deixa avançar. Estou presa a ele e não sei como me libertar. Estou presa a um amor que apenas em mim existiu. Estou presa a mim própria e sinto-me só por isso. Eu já não sou só eu, sou ele também apesar de toda a tristeza e mágoa, de todo o sofrimento. Eu já não sei o que quero fazer. Estou presa a algo que nunca aconteceu...

 

P.S.: Este é um desabafo meu, da madrugada de Sábado , mas só hoje tive tempo para o publicar. Já acontecera umas coisas depois disto, mas não me apetece falar sobre elas agora..

sinto-me: destroçada...
tags:
publicado por Rita Matias às 21:43 | link do post