ups, she did it again

  Já não percebo nada daquela cabecinha, mesmo nada.

 

  O problema é o que me custa isto tudo, sentir que simplesmente deixei de existir para uma das pessoas que me é mais querida. E não percebo, não consigo perceber nada disto e fico atrofiada, e penso que se calhar sou eu que estou a ver coisas que não existem, e perco a confiança no meu raciocínio, e não tenho paciência para estudar, e os fins-de-semana custam porque sinto-me sozinha, e as semanas custam porque a ausência dela está mais presente, e há pessoas maravilhosas à minha volta que já devem de estar fartas de me ouvir falar no mesmo, que não merecem levar comigo em cima, mas que incrivelmente estão lá de braços abertos.

 

  Só não quero deixar a minha imaginação a solta, ou ainda me magoo mais.

publicado por Rita Matias às 15:31 | link do post | comentar