O lema

Por norma o lema é viver um dia de cada vez.

 

Por norma... Mas como o mau pai farta-se de dizer, a excepção faz a regra. E quando fujo à regra as coisas complicam-se. Pensar no futuro, e acima de tudo, querer o futuro, dá uma angústia do caraças.

 

O tempo, nunca, mas mesmo nunca, anda da maneira perfeita para o momento. Isso toda a gente já sabe. Mas mesmo assim ninguém para de constatar isso. Talvez por que nos dói tanto não controlar essa pequena grande parte da nossa vida - o tempo. Por isso talvez hajam tantos filmes, séries e livros baseados na capacidade de viajar no tempo, de conhecer outras épocas, e provavelmente o factor mais maravilhoso de todos, alterar o futuro.

 

Mas este não é o caso, eu não quero regressar no tempo. Eu quero é avançar um pouco, ver se as coisas estão a andar bem, e depois voltar para trás e viver a vida descansada, com a certeza (e não a esperança) de que o futuro vai ser bom, de que independentemente do mal que possa ocorrer eu não vou perder o bem que tenho na vida.

 

Neste momento há tanta coisa que pode mudar de um momento, mais do que a norma, que simplesmente queria ter a certeza que apesar das andanças que o futuro me reserva eu vou permanecer a toa, eu e os que amo.

 

Se aprendi algo nos últimos meses foi a não esperar nada do futuro, nem bom nem mau. Tanto ficamos com mais do que esperávamos como com menos do que prometêramos.

 

Tenho medo do que o futuro me reserva (já tantas vezes aqui o disse), agora sobretudo porque não quero voltar a estaca zero, não quero perder o bom que aconteceu e sentir-me novamente à nora.

publicado por Rita Matias às 03:07 | link do post | comentar