Porque é que quando tudo corre bem vem sempre a seguir uma desgraça?

  Ainda não tinha tido oportunidade de postar sobre isto, mas desde o ínicio do ano que me sinto lindamente, ou melhor, sentia. Com isto das eleições da AE sentia-me viva, alegre, com objectivos, mas no entanto o final foi o que se viu, perdemos. Sexta acordei com uma má disposição fora do normal, talvez tivesse a presentir o final do dia. Uma coisa é certa, perdemos, mas perdemos injustamente. Podem dizer que o que eu digo é mentir, mas quando próprios elementos da mesa eleitoral presionam as pessoas a votar naquela ou noutra lista, para mim isso é crime, já para não falar de uma enorme falta de príncipios. Já para não falar de todos os outros elementos da lista, que rodeavam e intimidavam os eleitores. é verdade que podiamos ter apresentado queixa, no entanto não o fizemos por uma simples razão, não temos sede de poder, e preferimos ter um bom ambiente entre todods a denunciar uma injustiça. Renunciamos os nossos príncipios para não criar conflitos.

  No entanto isto só veio agravar o meu dia (sexta), que tinha começado logo mal, ao acordar. Não sei porque , sinti-me melancólica durante todo o dia, triste e abatida. Voltei a pensar em coisas nas quais por algum tempo me livrara de pensar, resumindo estava carrancuda...

  Mas a vida segue, e hoje até já estou um pouco mais bem disposta... Valha-nos isso!

sinto-me: a precisar de um abraço...
tags: ,
publicado por Rita Matias às 16:36 | link do post | comentar